A água mineral

A Fonte

Termas do Gravatal possui três captações de água mineral, todas localizadas nas dependências do Hotel Termas do Gravatal. A primeira captação, denominada Fonte Tiradentes do Gravatá, foi construída em 1956 e remodelada em 1983. Trata-se de uma caixa de captação, construída sobre a surgência natural. Ela tem um reservatório de 857.000 litros. Está encravada sobre a rocha (brecha de falha) onde fluía naturalmente água mineral para a superfície. Ela tem aproximadamente 7 metros de profundidade. É toda construída em alvenaria revestida internamente com azulejos. Possui vários visores de vidro com esquadrias de alumínio anodizado. Possui também uma casa de proteção com uma sala de máquinas onde estão localizadas as bombas que abastecem toda a estância. Apresenta uma vazão máxima de 144m3/hora. Ou 3.456.000 litros/dia.
A segunda captação, denominada Fonte Dr. Hélio Agostinelli, nome este dado em homenagem ao pai do atual presidente da Cia, foi construída no ano de 2000 para suprir a produção de envase e também o abastecimento de condomínios. Trata-se de um poço com artesianismo natural (onde a água jorra espontaneamente para fora do poço). Tem uma profundidade de 27 metros e está encravado também dentro da falha (fenda) da rocha granítica. O poço apresenta uma vazão média de 80m3/h ou 672.000 litros/dia.
Uma terceira captação, em fase de construção, é um poço artesiano com 34metros de profundidade. Apresenta uma vazão fantástica de 230 m3/h, ou 5.520.000 litros /dia. Futuramente ajudará no abastecimento dos balneários dos hotéis da Estância. Esta captação localiza-se ao lado do poço em atividade, dentro do cercado de proteção

 

Características da Água Termal

As principais características da água mineral de Gravatal são: A temperatura, mesotermal (35,1 o C), a escassez de sais minerais (oligomineral) e radioatividade na fonte (16,25 maches).

Ela é fluoretada, levemente hidrocarbonatada sódica, (bicarbonatada sódica) e litinada. As características físicas, físico-químicas e químicas da água são adquiridas durante a sua passagem pelas fraturas da rocha granítica encaixante.

 

Indicações Terapêuticas da Água Termal

Balneoterapia

  1. Reumatismos (fases de cronicidade e quiescência sintomática)
    a) artropatias crônicas degenerativas;
    b) reumatismo gotoso (banhos entre 32 e 34o C);
    c) reumatismo extra-articulares: fibrose (mialgias, miosites, tenossinovites, bursites, etc.).
  2. Estados congestivos e espasmódicos das vísceras abdominopélvicas.
  3. Varicosidade dos membros inferiores (pela pressão da massa hídrica do banho e estimulação circulatória).
  4. No pós-traumático e no pós-cirúrgico (especialmente ortopédico: mobilização e reeducação funcional).
  5. Seqüelas reumáticas crônicas (reeducação funcional).
  6. Dermatoses secas pruriginosas (ação sedativa, banhos indiferentes).
  7. Seqüelas de herpes zoster (algias pós zonosas).
  8. Estados emotivos.
  9. Hipertensão e hipotensão (a radioatividade é hipotensiva nos hipertensos e hipertensiva nos hipotensos).
 *fonte: https://www.hoteltermas.com.br/agua-termal/